RECEBAM NOSSAS ATUALIZAÇÕES.*Obs. Após inscrever-se, acesse seu email,confirme a inscrição

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 9 de maio de 2012

subcontrabass Stainer J'Élle - amigão hinos ccb


Os subcontrabass Stainer J'Élle em seu estande especialmente projetado e uma soprano convencional para comparação de tamanho.
Leia mais e veja Blog do Sax no Final


O sub-contrabaixo J'Elle Stainer é um protótipo absoluto, uma peça única totalmente feita à mão (almofadas incluído), cujo projeto e construção demorou três anos de trabalho! O tubo do corpo desenvolve um comprimento total de cerca de 6 metros e, obviamente, que tem um som muito escuro e quase cavernoso.
A nota mais baixa, (nota real) Um baixo está perto do limite de pelo menos audibilidade: 27.5Hz! A fim de perceber o tamanho vamos fazer uma comparação com um alto saxofone Selmer SA Série 80 III: 

O SOM

O som do sub-contrabass é extremamente completa e uniforme ao longo de toda regista mesmo se a expensas de ar no registo de baixa é realmente impressionante. 
A técnica de produção do som é muito especial, pois requer que o ar é soprado dentro dela em grandes quantidades, mas com uma pressão muito leve e empurrando 
o músico deve treinar muito para aprender a respirar corretamente a 
dose e garantir que ele não termina de imediato, e uma pressão correcta de modo a que ela produz a nota correta e não a harmónica.

A EMPRESA
J'Elle Stainer é o nome de uma pequena fábrica artesanal localizada em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo no Brasil, fundada em 2011 por um artesão incrível chamado João Luiz da Rocha.

A fábrica foi criada para atender a crescente demanda 
do mercado brasileiro para a produção de saxofones baixos e baixos duplos para ser usados ​​durante os ritos Congregação Cristã no Brasil, a fim de substituir a tuba e o baixo tuba, dando orquestras um som mais maduro típico de instrumentos de palheta.

A Congregação Cristã no Brasil é um dos movimentos evangélicos mais dinâmicos do país, fundado pelo missionário italiano Louis Francescon (1866-1964) em 1910. 

Em dez anos, João Luiz da Rocha produziu cerca de 100 saxofones baixos e cerca de 10 contrabaixos. Desde há cinco anos, em colaboração com o saxofonista empresário Gilberto Lopes, ele começou a desenvolver instrumentos extremos de excelente qualidade e inúmeros protótipos como saxofones ou instrumentos especiais de slides sem chave, uma colaboração que levou à criação deste saxofone sub-contrabaixo única: uma instrumento que respeita plenamente o furo e as proporções indicadas câmara interior e idealizado pelo inventor Adolphe Sax há 150 anos.

Esta colaboração trouxe Stainer J'Elle além das fronteiras brasileiras e hoje o seu saxofone extrema são usados ​​por músicos profissionais e orquestras em os EUA, Canadá, Austrália, Holanda, Alemanha, Itália, Reino Unido, Áustria e outros países.

Fonte (Ver Blog Sax e fotos legais)

2 comentários:

Pietro Aligi Schiavi disse...

Instrumentos meravilhosos e perfeitos.Logo vou comprar todos. Obrigado,aqui na Italkia tudo mundo adora os teus saxofones baixo e contrabaixos.

Heber Alexandre Peralta disse...

Estou muiro feliz com meu contrabaixo J'ÉLLE Stainer

Amigão visualizações, agradecimentos...volte sempre; divulgue e compartilhe

Seguidores do Amigão Forte Abração