RECEBAM NOSSAS ATUALIZAÇÕES.*Obs. Após inscrever-se, acesse seu email,confirme a inscrição

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 27 de abril de 2012

FANTÁSTICO MUNDO DO SAX




A PAZ DE DEUS
cara amada irmandade
muitos fotos e ouçam som.

O fantástico mundo do saxofone: sopranino,soprillo, 
sax baixo, contrabaixo, subcontrabaixo/tubax
Para ouvir o sax reto em sib, clique aqui.
Para ouvir o sax alto em mib, clique aqui.

Para ouvir o sax tenor em sib, clique aqui.

Para ouvir o sax barítono em mib, clique aqui.          Leiam mais
Para ouvir o oficleide, clique aqui.


Para ouvir o clarinete baixo (clarone), clique aqui.
A primeira vez que o vi (o sax-baixo) foi quando estive na Bahia, em um ensaio da igreja que eu freqüento, a Congregação Cristã no Brasil (CCB). Porém, recentemente eu tive a oportunidade de ouvir esse instrumento mais de perto na orquestra da igreja, aqui no meu bairro, e fiquei encantado com a sua sonoridade, potência e profundeza dos timbre graves. 

Era um sax-baixo ampliado até o Fá# 0, que é, na prática, nota MAIS GRAVE da Tuba (afinada também em sib).

De som muito mais grave e poderoso (e menos melodioso) do que o do sax barítono, o sax-baixo é de timbre mais grave que a tuba, e suas notas soam tão graves quanto aquelas emitidas por uma contrabaixo (da família dos violinos) ou um por um contrafagote. 




E é extremamente belo também no registro agudo. O seu tamanho impressiona.A sua campana é do tamanho da campana do bombardino – mas, em comprimento, o instrumento é maior do que a tuba.

Para ouvir o sax baixo, clique aqui.


O sax baixo é tão raro que é pouco conhecido até mesmo entre músicos profissionais. O saxofonista Flávio Corilow, por exemplo, dedica-se ao sax desde 1983 e começou a atuar profissionalmente como músico em 1989. Nesses 16 anos de estrada e até recentemente, entretanto, jamais havia visto um sax baixo ao vivo e em cores.

Esse é um instrumento esquecido. Praticamente não aparece na orquestra sinfônica.Tem sido utilizado no jazz. No Brasil, utilizado em algumas formações militares e do Exército e, principalmente em orquestras sacras, começa a aparecer nas orquestras da Congregação Cristã no Brasil. 

Edson Tavares Guarnieri, ex-metalúrgico, também membro da CCB, vem construindo esses raros instrumentos desde 1999 e, desde então, esse instrumento está em ascensão no Brasil.



Há sete anos havia apenas 46 desses instrumentos no país. 
Hoje, já existem outros 31 saxofones baixos espalhados por vários estados brasileiros, todos fabricados da empresa criada pelo ex metalúrgico, a Lopes Instrumentos Musicais,localizada no Parque Santa Bárbara, em Campinas.





Richard Kennedy, construtor e músico amador, também é membro da Congregação Cristã do Brasil e, durante 18 anos, tocou sax alto. 

Há cerca de dois anos, 
comprou um sax baixo da Lopes Instrumentos Musicais e desde então, dedica-se ao novo instrumento. 



Ao tentar matricular-se no Conservatório de Tatuí, um dos mais respeitados do Brasil, Kennedy foi admitido sem ter que passar sequer pelo processo de avaliação exigido pelo Conservatório! "É que eles nunca tinham visto um sax baixo antes e estão muito interessados em desenvolver uma metodologia própria de ensino para este instrumento", afirma o músico. 

"De acordo com eles, desde a inauguração do Conservatório, 
esta é a primeira vez que aparece um aluno de sax baixo por lá".

E, acreditem, há um saxofone ainda maior e mais grave do que o sax baixo!: o sax contrabaixo. 
Em mib, soa uma oitava abaixo do sax barítono.

O saxofone foi patenteado por Adolph Sax em 1846 incluindo
14 variações: 

Sopranino em mib, Sopranino em fá, 
Soprano em sib, Soprano em dó, Alto em Mib, contralto em fá, tenor em Sib,tenor em dó, barítono em mib, barítono em fá, baixo em sib, baixo em dó, contra-baixo em mib e contrabaixo em fá.

 

Soprano em Sib reto, soprano em dó e sopranino em mib reto.

Para ouvir o sax soprano reto em sib, clique aqui.
Para ouvir o sax soprano reto em dó, clique aqui.
Para ouvir o sax sopranino reto em mib, clique aqui.



Para ouvir o sax sopranino curvo em mib, clique aqui.
Para ouvir o sax contrabaixoclique aqui.
Para ouvir o sax soprillo (picollo) em sib, clique aqui.
E há, finalmente, o Sax subcontrabaixo em sib, também também conhecido como Tubax !!!Soa uma oitava abaixo do sax baixo!!! Porém, menor. O tubo é maior, porém enrolado.Seu som é extremamente poderoso e profundo. Há também tubax's que possuem a mesma tessitura do sax contrabaixo, também em mib, sendo, porém, menores em volume.
Mas veja o poderoso sax subcontrabaixo em sib: o mais grave e
profundo de todos os saxes:


O temível Tubax, versão moderna do sax subcontrabaixo
que tinha sido projetado por Adolf Sax.



Para ouvir o sax subcontrabaixo (tubax) em sib, clique aqui.
Ouça mais alguns arquivos:



Sax barítono (em mib) - clique aqui.
Sax baixo (em sib) - clique aqui.
Sax baixo (em sib)clique aqui.
Sax contrabaixo (em mib)clique aqui.
Para ouvir e ver mais demonstrações da família do sax, entre no site de Jay C. Easton de onde aproveitei a maioria dessas imagens e sons. Há variados pequenos arquivos em mp3 gratuitos com demonstrações dos mais variados tipos de saxofones, com muitas imagens e informações


Sax barítono (em mib) - clique aqui.Sax baixo (em sib) - clique aqui.
Sax baixo (em sib) - clique aqui.
Sax contrabaixo (em mib) - clique aqui.
Para ouvir e ver mais demonstrações da família do sax, entre no site de Jay C. Easton de onde aproveitei a maioria dessas imagens e sons. Há variados pequenos arquivos em mp3 gratuitos com demonstrações dos mais variados tipos de saxofones, com muitas imagens e informações


Para ouvir a orquestra completa de saxofones, clique aqui.



Antonie Joseph, conhecido como Adolphe Sax, morreu no dia 4 de Fevereiro de 1894 com 80 anos de idade.
_________________
"Nenhum instrumento que conheço possui essa estranha sonoridade situada no limite do silêncio." ( Hector Berlioz)



Referências bibliográficas: http://explicasax.com.br    /  http://www.jayeaston.com

Nenhum comentário:

Amigão visualizações, agradecimentos...volte sempre; divulgue e compartilhe

Seguidores do Amigão Forte Abração